sexta-feira, 23 de setembro de 2022

O que são Fake News?


A expressão fake news ganhou as páginas dos jornais e a internet nos últimos anos. No entanto, nem todos sabem ao certo o que significa fake news. O termo vem do inglês fake (falsa/falso) e news (notícias). Dessa forma, em português, a palavra significa notícias falsas. 

Apesar de ter se destacado recentemente, a expressão é bem mais antiga e data do final do século XIX. Fake News são as informações falsas que viralizam entre a população como se fosse verdade. Atualmente, elas estão, principalmente, relacionadas às redes sociais.

O que significa Fake News? 

A internet possibilita que as notícias se espalhem em uma velocidade cada vez mais rápida. E as redes sociais aceleraram ainda mais esse processo. Entretanto, o espaço também é propício para que as notícias falsas também sejam facilmente divulgadas. 

Além disso, outro fator importante é que as pessoas perderam o costume de verificar as fontes de um dado. Quando algo é publicado, automaticamente há centenas de compartilhamentos sem nem ao menos chegar de onde partiu aquela notícia.

O período das eleições tem levantado o debate sobre o perigo das fake news. Ultimamente criou-se uma espécie de guerra entre os envolvidos no processo eleitoral para derrubar os candidatos adversários com a divulgação de notícias falas na internet.

Escândalos de criação de departamentos especializados na criação e propagação de informações inverídicas ganhou as manchetes em todo o mundo. 

Como as fake news são criadas? 

Existem diferentes formas de criar fake news. Desde uma simples publicação nas redes sociais a empresas que são especialistas em viralizar informações falsas. 

Os objetivos também variam e podem ter o intuito de atrair visualizações para páginas nas mídias sociais ou até mesmo disseminar o ódio contra pessoas, instituições, empresas, governos, etc. 

As empresas especializadas estão presentes na chamada deep web, uma parte mais restrita e oculta ao grande público, pois não aparece nos motores de busca.

De modo geral, é criada uma página na internet e um robô responsável por espalhar o link da fake news em diferentes redes, de forma bastante maçante. A informação pode chegar a ser replicada até mesmo a cada dois segundos pelos robôs. É dessa forma que os boatos ganham proporções inimagináveis. 

Como descobrir uma Fake News? 

Com o impacto cada vez mais das fake news no cotidiano, algumas plataformas surgiram com o intuito de verificar a veracidade das informações. Também conhecidas como fact-checking, elas analisam as notícias mais compartilhadas e verificam se os dados condizem com a realidade. Confira uma lista delas abaixo:

• Boatos.org

• Aos Fatos

• UOL Confere

• Truco

• E-farsas

• Agência Lupa

Como combater as Fake News?

No Brasil a legislação ainda não trata especificamente da criação e compartilhamento de notícias falsas. Os advogados têm buscado formas para lidar com as fake news. De modo geral, os profissionais seguem o que está previsto no Código Penal para os casos de calúnia, injúria e difamação.

Para além da legislação, é fundamental que haja políticas de conscientização da população para o perigo de replicar as informações falsas. Cada cidadão também deve assumir o compromisso de verificar os fatos antes de compartilhá-los na rede e até mesmo de acreditar em tudo o que circula nas redes sociais.

Fonte: E+B Educação | Gabriele Silva

quinta-feira, 15 de setembro de 2022

Hoje recebemos a triste notícia da partida precoce de Niza Maria aluna da FACEN/FACERN


A família FACEN/FACERN se solidariza aos familiares e amigos pela perda prematura da nossa querida aluna Niza Maria Tavares Silva, que já se encontrava em fase final do seu curso de Pedagogia. 

Sabemos que há mais uma estrela no céu e que ela brilhará cada vez mais. Sempre acompanhará cada sonho e expectativa dados aos seus colegas de curso. Sentiremos saudades!

Hoje recebemos a triste notícia da partida precoce de Niza Maria da cidade de São Miguel do Gostoso, aluna nossa do curso de Pedagogia, turma C, Touros/RN.

Sempre muito dedicada, estava ansiosa para apresentar o TCC e para a colação de grau que já estava com data marcada, não via a hora para finalizar seu curso.

Em novembro estaria formada em Pedagogia, porém, não sabemos o dia e nem a hora que o nosso Senhor irá nos chamar.

A dor do luto não tem como ser evitada, mas é possível confortar o coração dos amigos e familiares com as boas lembranças que ficaram.

Descanse em paz Niza!!!

O seu velório está acontecendo em sua residência em São Miguel do Gostoso e o seu sepultamento será amanhã às 7h00.

Do seu coordenador João Nelo e todos que fazem parte dos cursos de graduação em Pedagogia e pós Graduação de Touros.

segunda-feira, 12 de setembro de 2022

Programação do funeral da rainha Elizabeth II


A Família Real divulgou os detalhes do funeral da Rainha Elizabeth II. Vai ser o primeiro com honras de Estado, no Reino Unido, desde a morte do ex-primeiro-ministro Winston Churchill, em 1965.

Para homenagear à rainha, uma menina se vestiu de princesinha e caprichou no visual: foi de cora e tudo. Os bebês só olharam, mas um dia vão saber que estavam diante de um momento histórico.

E, para que tudo dê certo, os preparativos seguem a mil. Não são apenas as flores que se espalham. O trânsito também. Ruas do Centro de Edimburgo estão fechadas ao tráfego. As autoridades pediram para a população evitar a região. Está tudo tão afinado, que até um ensaio pareceu uma cerimônia real.

Kate Middleton assume o título de nobreza que pertenceu à Diana: princesa de Gales

A Catedral de Saint Giles, ou Santo Egídio, na capital escocesa, costuma atrair fiéis e turistas. Mas agora a igreja medieval se prepara para receber a Família Real e súditos da rainha, que vão ter a primeira oportunidade de chegar pertinho do corpo da monarca que mais tempo ficou no trono na história britânica.

Depois de dois dias de espera, o Palácio de Buckingham finalmente divulgou a programação oficial.

No domingo (11) de manhã, o caixão com o corpo da rainha vai sair do Castelo de Balmoral, onde Elizabeth II faleceu. O cortejo vai parar em três cidades (Ballater, Aberdeen e Dundee) para que os súditos possam prestar homenagens.

O trajeto de 260 km, que normalmente leva duas horas e meia, vai ser feito em seis horas, até chegar a Edimburgo. O caixão vai passar a noite na sala do trono do Palácio de Holyrood, a principal residência da Família Real na capital da Escócia.

Na segunda-feira (12) à tarde, um novo cortejo. Bem mais curto. O Rei Charles III vai seguir o caixão a pé, junto com os irmãos e o cunhado até a catedral de Saint Giles. A Família Real vai fazer uma vigília e o público, então, poderá se aproximar.

Na terça-feira (13), o caixão vai em um avião da Força Área Real para Londres. Primeiro para o Palácio de Buckingham.

Na quarta-feira (14), será o primeiro grande evento do funeral na capital britânica. O caixão vai ser levado em uma carruagem, que passará por pontos emblemáticos da cidade até o Westminster Hall, o prédio mais antigo do parlamento. Lá, o Arcebispo da Cantuária vai conduzir uma missa com a presença do rei e outros integrantes da Família Real.

Depois, os súditos vão ter quatro dias para dar um último adeus à rainha.

Na segunda-feira (19 de setembro), o caixão vai para a Abadia de Westminster, onde acontecerá o funeral de Estado. Além da Família Real, estarão presentes líderes políticos do mundo inteiro, inclusive Bolsonaro, presidente do Brasil. Na sequência, o destino será o Castelo de Windsor, onde o corpo vai ser enterrado.

Depois do funeral, o caixão será levado em nova procissão para Wellington Arch e Windsor. O enterro será na Capela de St. George, nos terrenos do Castelo de Windsor, ao lado do seu marido, o príncipe Philip, o pai, o rei George 6º, da mãe, a rainha mãe Elizabeth, e da irmã, a princesa Margaret.

Fonte: G1

Morre rainha Elizabeth II, aos 96 anos, após 70 anos de reinado

Queen Elizabeth II: a long life marked by service to her people, with female loyalty and empowerment. My complete admiration! Rest in peace!

Morreu nesta quinta-feira (8/9) a rainha Elizabeth II, do Reino Unido, aos 96 anos, em decorrência de uma piora de saúde, reportada pelo Palácio de Buckingham ainda pela manhã. Elizabeth Alexandra Mary nasceu em Londres, no dia 21 de abril de 1926 e ficou à frente do trono britânico por 70 anos. A informação da morte da rainha foi confirmada pelo Palácio.

Elizabeth assumiu a coroa do Reino Unido no dia 6 de fevereiro de 1952, com apenas 27 anos, após a morte do rei George VI, depois de várias complicações em razão de um câncer no pulmão.

Tanto Elizabeth II, quanto seu pai, o rei George VI, não eram predestinados a assumir o trono do Reino Unido. A coroação de ambos só foi possível após a renúncia do rei Edward VIII para se casar com uma americana. Assim, George VI subiu ao trono e, por não ter herdeiros homens, Elizabeth se tornou a sucessora.

Na época em que se tornou rainha, Elizabeth II já era casada com Phillip, que após a coroação recebeu o título de Duque de Edimburgo. Eles se conheceram em 1934 e se casaram mais de 10 anos depois, em 20 de novembro de 1947. Os dois ficaram juntos por toda a vida, até o falecimento do príncipe consorte em abril de 2021.

Juntos, Phillip e Elizabeth tiveram quatro filhos: Charles, Anne, Andrew e Edward.

Fonte: https://www.correiobraziliense.com.br


sexta-feira, 9 de setembro de 2022

BREVE HISTÓRICO: ESCOLA MUNICIPAL DR. ORLANDO FLÁVIO JUNQUElRA AYRES

 

A Escola Municipal Dr. Orlando Flávio Junqueira Ayres, tem 53 anos de Fundação. A Instituição de Ensino foi idealizada pelo Juiz da Comarca de Touros, Dr. Orlando Flávio Junqueira Ayres, cujo nome lhe foi dado como forma de homenagear seu principal idealizador. 

Na sua Ata de fundação e criação, consta o nome de Ginásio Comercial de Touros, criado pela Lei N° 86/89 de 31 de julho de 1969, assinada pelo. O prefeito da época, o Senhor José Joaquim do Nascimento e aprovado pela Câmara de Vereadores. 

A Escola iniciou suas atividades em 1970, no prédio da Escola Estadual Coronel Antônio do Lago, com o nome Ginásio Comercial de Touros, onde funcionou até 1972. No ano de 1973. 

Os alunos foram transferidos para o atual prédio, localizado na Avenida 27 de março, 354, sendo nesse mesmo ano modificado o nome da Escola, Ginásio Comercial de Touros, para Escola Municipal de 1 ° Grau Dr. Orlando Flávio Junqueira Ayres. 

No ano de 1985, o Prefeito Pedro de Andrade Ribeiro, criou o 20 grau passando a Escola a receber5 o nome de Escola Municipal de 1 ° e 20 Graus Dr. OrIando Flávio Junqueira Ayres. 

Atualmente, a Escola funciona nos três turnos, matutino, vespertino e notumo, com um total de 844 estudantes matriculados, oferecendo o Ensino de 1 ° Grau, com o Fundamental I e II e a Educação de Jovens e Adultos. 

A frente da Gestão Escolar encontra-se os professores: Sérgio Henrique da Silva Justino (Gestor) e Rosa Maria Teixeira Bento (Vice gestora), e um quadro funcional formado por 49 professores e especialistas, pessoal de Secretaria e de apoio", para este desfile cívico de 2022 a Escola apresentou os seguintes pelotões: 

1. Comissão de frente; 

2. Baliza; 

3. Escudo da Escola; 

4. As iniciais da escola; 

5. Porta bandeiras; 

6. Banda Marcial; 

7. 200 anos: O Processo de Independência do Brasil; 

8. Aluno representando D. Pedro I; 

9. Representantes da formação do povo brasileiro: índios, negros e brancos; 

10. Miss e Mister; 

11. Rosa Maria Teixeira Bento (Vice gestora) e Sérgio Henrique da Silva Justino 

(Gestor); 

12. Pelotão de alunos com fardamento escolar; 

13. Pelotão de alunas com fardamento escolar; 

14. Pelotão esportivo. 


domingo, 28 de agosto de 2022

Um pouco da biografia de Ivanildo Penha

Poeta, compositor e cantor, Ivanildo Penha como era conhecido, foi professor, quando foi o coordenador do Curso Médico da UFRN, ajudou na implantação da disciplina Medicina, Saúde e Espiritualidade. Formado em Medicina pela UFRN (1976), Ivanildo Cortez de Sousa atuou como professor colaborador da Universidade logo que concluiu a graduação. Morou em Ribeirão Preto durante seis anos, onde concluiu sua Residência Médica (1979) e iniciou o Doutorado em Saúde Coletiva (198NULL), ambos na USP. Além disso, foi Secretário Municipal de Saúde em Touros, quando atuou na implantação do Sistema Único de Saúde (SUS) na cidade, fez parte do Núcleo de Estudos em Saúde Coletiva (NESC), autor do Hino Municipal e compositor de muitas músicas que retratavam seu amor pela nossa terra, um verdadeiro admirador e contemplador das nossas raízes, contribuiu significativamente para a nossa cidade, nos deixou em setembro de 2021, nos deixando saudades e um grande legado para a nossa cultura.

O PÁSSARO NOVO PARTIU – Luiz Penha

Pássaro novo foi o último trabalho musical lançado por Ivanildo Cortez de Souza (Ivanildo Penha), em 2012, contendo 15 canções autorais.

Conforme palavras do médico Napoleão de Paiva Souza, proferidas na despedida ao colega de escola, faculdade e parceiro musical, ambos participaram de vários festivais de música de Natal e região, no final dos anos 1960/70, obtendo as primeiras colocações em quase todos eles.

Um dos primeiros registros do trabalho musical de Ivanildo foi no long play Reencontro, lançado durante o governo Cortez Pereira (1971-1975), com a música Mística, parceria de Ivanildo com Napoleão.

Posteriormente participou do Projeto Memória, da UFRN, com a canção Touros, no log play Projeto Memória – 7, e da série Médico Popular Brasileiro, CDs lançados com composições de médicos potiguares, iniciativa da Unimed/Natal.

Ivanildo sempre foi um homem devotado à cultura, especialmente à cultura tourense. Em 1989 criou a Fundação José Porto Filho, juntamente com outros sonhadores como ele, na perspectiva de Touros ter uma instituição cultural que fomentasse as manifestações culturais locais.

Sua primeira iniciativa foi comprar a casa mais antiga de Touros, o casarão onde residia Manoel Cândido, para a casa preservada e tombada passar a ser o museu de Touros e abrigar o Marco de Touros. Sonhou, acreditou, realizou, mas não viu concretizado o seu sonho e de seus parceiros, pois não dependia apenas de seu esforço ou do esforço da instituição cultural.

Em 1989 a fundação cultural reeditou o livro Emoções Rimadas, obra do poeta e ex-prefeito José Porto Filho.

No ano 2000 lançou o CD Touros – Ivanildo Penha e Convidados, reunindo o cancioneiro tourense, canções que hoje encontram-se nas mídias digitais.

Em 2019 participou do CD do primo Carlos Penha, Nossa Praia Em... Cantada, sendo essa sua última participação cultural.

Ivanildo era assim: um homem intenso, apaixonado, sem medidas no que tange a acreditar e investir na cultura. Sua paixão por Touros era sem dimensão e sua poesia retratava essa intensidade e sensibilidade quando escreve e canta na canção NA NATUREZA, “...Touros tem uma tolice que insiste em deixar tão triste aquele que dali partiu/sem saber se algum dia vai poder voltar/Ter alegria de dizer do seu amor...”

Ou no hino do município, o HINO DE TOUROS, oficializado em abril de 2001, produzido a pedido do prefeito, à época, Josemar França,

“...Quando em mim a vida for embora/sei que nada foi em vão/levarei a mais doce ventura/de ser filho deste chão...”

O pássaro novo partiu, nos deixou chorando e cheios de saudades, mas ficou o seu canto, o seu legado cultural e sua memória.

“...Enquanto existir na memória, o véu da tua história sobreviverás...”

domingo, 7 de agosto de 2022

Ética


Ética é uma área da filosofia que busca problematizar as questões relativas aos costumes e à moral de uma sociedade, sem recorrer ao senso comum. A ética tenta estabelecer, de maneira moderada e com uma visão questionadora, o que é o certo e o errado e a linha, muitas vezes tênue, entre o bem e o mal. 

A ética está intimamente ligada à moral e consiste numa importante ferramenta para o bom convívio entre as pessoas e para o bom funcionamento das relações e das instituições sociais.

Enquanto a moral expressa os hábitos e costumes de uma sociedade, de um local, de uma comunidade situada no espaço e no tempo, além de designar a conduta individual de pessoas, a ética é aquela que tenta identificar, tratar, selecionar e estudar a moral (ou as várias morais) de maneira imparcial, laica, racional e organizada. 

É papel da ética, portanto, entender a moral e julgá-la pelo crivo da razão, estabelecendo se ela está correta ou não.

A ética foi sistematizada pela primeira vez pelo filósofo grego antigo Aristóteles, que formulou uma teoria ética baseada em uma espécie de guia moral das ações que visava sempre, na visão do filósofo, o alcance da felicidade.

Ser ético é agir bem, buscando fazer o certo, não se desvirtuando e não causando prejuízo a outrem. Para podermos começar a pensar no que é ser ético, basta que nos atentemos para as nossas ações e o impacto delas no meio. A minha ação prejudica outras pessoas? 

A minha ação prejudica o coletivo em detrimento do meu lado individual e pessoal? A minha ação é  correta em relação às normas locais? A “balança” moral de uma pessoa é o seu senso ético, que é capaz de dizer se as suas ações são condenáveis ou não.


ATOS QUE PODEM SER CONSIDERADOS


1. Ajudar a quem precisa

Quando alguém lhe pede alguma ajuda financeira na rua ou algum idoso lhe pede auxílio para atravessar a rua, você tem a opção de ajudar ou não.

2. Cometer atos ilícitos

Esta é uma questão importante para ser refletida dentro dos conceitos da moral e da ética. Situações ilícitas como roubar ou matar, são, por lei, possíveis de punição e entendemos que pela ética seriam então uma atitude ilegal e, moralmente falando, não condizem com os bons valores e costumes da sociedade.

3. Jogar lixo na rua

Se ao caminhar por uma via pública, uma pessoa estiver com alguma embalagem que pretenda se desfazer, pela ética ela deve jogar esta embalagem no lixo, que seria o correto, inclusive pela moral.

4. Furar fila

Outra questão que exemplifica a reflexão sobre a ética e a moral é a ação de furar fila em locais de atendimento público, como bancos, restaurantes, etc.

5. Prejudicar algum colega de trabalho

No ambiente de trabalho, é comum que se tenha a chamada ética profissional, onde se supõe que todos os funcionários ajam de acordo com estes princípios.

Fonte: https://www.tudosaladeaula.com/